Rua Varginha, 541, Colégio Batista, 31110-130, BH-MG(31) 3273-2020/

Blog

Amarelão em Recém-Nascido

Uma situação comum em recém-nascidos, a icterícia, também chamada de amarelão, afeta aproximadamente 60% dos bebês. Em prematuros, o índice é ainda mais elevado, o que causa preocupação entre os pais.

Diante desse cenário, quanto mais informações você tiver, melhor para fazer o tratamento e se precaver, certo? É por isso que neste post abordamos vários aspectos dessa situação. Então, que tal acompanhar e saber mais sobre o assunto?

Sequelas da Icterícia em Recém-Nascidos

A icterícia pode aparecer nos primeiros dias de vida tendo o pico de maior intensidade, entre os RNs a termo entre o 3º e 5º dias de vida – chamada de icterícia fisiológica, que é a mais frequente. Aparece primeiro nos olhos e na face, progredindo para o resto do corpo podendo chegar até os pés.

Quando a icterícia é muito intensa, aparece muito precocemente (1º dia de vida) ou permanece por um tempo muito prolongado pode necessitar de tratamento especifico e é considerada como patológica. Nestes casos o pediatra deve ser consultado para fazer a dosagem das bilirrubinas e avaliar qual o tratamento deve ser instituído.

O risco maior da icterícia é quando o nível de bilirrubina aumenta muito podendo impregnar uma parte do cérebro (kernicterus), causando sequelas importantes e eventualmente até a morte. Portanto é importante que os pais fiquem atentos as condições citadas acima.

Tratamentos Caseiros Para Icterícia em Recém-Nascidos

Os tratamentos caseiros são opções para complementar a recomendação médica. No entanto, sempre é importante falar com o pediatra, ok? Agora, veja as indicações.

Chá de Picão

Nesse caso, você deve ferver a erva na proporção de 3 colheres de sopa para 1 litro de água. Adapte para a quantidade necessária de água na banheira. Tire um pouco do chá para o recém-nascido beber e, com o restante, dê o banho. Se preferir, você mesma pode beber o líquido para que as propriedades saiam diretamente no seu leite.

Banho de Sol

Uma forma de tratar a icterícia é através do banho de sol. A criança deve ficar exposta a luz do sol, de preferencia sem roupa e através do vidro.

Lembre-se de pedir ao pediatra o melhor horário para fazer isso e qual a proteção necessária para o bebê, já que sua pele é muito sensível.

Lembrar da importância da hidratação nestes RNS, principalmente quando expostos ao sol por tempo mais prolongado.

Duração da Icterícia em Recém-Nascidos

Em média, a duração é de 10 dias, mas pode se prolongar por mais tempo, especialmente se o recém-nascido for prematuro.

É importante citar ainda que a icterícia costuma surgir entre o segundo e o terceiro dia após o nascimento. Por isso, é fundamental estar atento e levar a criança à consulta no médico depois de 5 dias do nascimento.

Cura do Amarelão em Recém-Nascidos

Apesar da preocupação, a icterícia patológica é uma doença tratável. Um dos tratamentos mais indicados é o banho de luz, isto é, a fototerapia. A progressão deve ser acompanhada diariamente, porque as lâmpadas específicas utilizadas no método emitem uma luminosidade que atinge a estrutura do pigmento, favorecendo sua eliminação.

A amamentação e estar atento à coloração do bebê são os cuidados após a cura. Assim, você garante que seu filho estará sempre saudável e feliz. Então, deixe de se preocupar com o amarelão e siga todas as dicas que passamos neste post. Você verá que vale muito a pena!

E se tiver alguma dúvida ou comentário, deixe seu relato pra gente! Sua experiência pode ajudar outras pessoas!

Acesse nossas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Compartilhe este post