Rua Varginha, 541, Colégio Batista, 31110-130, BH-MG(31) 3273-2020/

Blog

Chupar o dedo é normal? Saiba como fazer seu filho parar!

Logo nos primeiros dias de vida, o recém-nascido cria um hábito: chupar o dedo. Com o passar dos anos, se a criança continuar a agir dessa forma e pode até crescer com essa mania. Além de ser feio, esse comportamento costuma ser ruim para a arcada dentária.

Então, o que fazer? Será que essa é uma prática normal? Na verdade, é. Muitas imagens de ultrassom já mostraram os bebês ainda na barriga chupando o dedo. Apesar disso, é importante estimular a interrupção desse hábito.

Para fazer isso, é importante adotar algumas atitudes simples. Listamos as principais neste post. Acompanhe!

 

Por que as crianças chupam o dedo?

Essa atitude é tomada literalmente desde a gravidez e pode permanecer durante muitos anos. No início, é apenas um reflexo primitivo, que tende a sumir com o tempo. Depois disso, passa a ser um hábito.

Conforme o bebê aprende a explorar os movimentos da mão e da boca, realiza essa ação por prazer ou pela sensação de acolhimento. Mesmo com esse sentimento, chupar o dedo causa problemas. Em casos mais graves, interfere no crescimento dos dentes e até dos ossos da face.

 

Como impedir o hábito de chupar o dedo?

As crianças criam esse comportamento de forma natural, mas podem perdê-lo em pouco tempo. Uma abordagem já testada nos Estados Unidos foi a de colocar uma atadura enrolada no polegar com uma bandagem envolta no braço de maneira suave durante toda a noite.

Apesar de a situação incomodar, evitou que o dedo fosse colocado na boca. Achou essa atitude muito radical? Acredite: há alternativas mais simples. É o que mostraremos a seguir.

 

Ofereça uma chupeta

O bebê chupa o dedo sobretudo por uma questão instintiva. Por isso, pouco importa ser um dedo ou uma chupeta. Esse objeto é mais anatômico e, com isso, gera menos problemas. Ao mesmo tempo, é mais fácil tirar esse hábito, porque é possível negociar a troca da chupeta.

 

Continue amamentando

A amamentação atende à necessidade de sucção.

 

Ocupe as mãos da criança

A concentração da criança evita que ela lembre de repetir o hábito. Ofereça brincadeiras que distraiam e ocupe suas mãos com objetos como brinquedos de montagem.

 

Busque outras motivações na criança

O ato de colocar o dedo na boca indica ansiedade ou insegurança da criança, já que o hábito a faz se sentir reconfortada. Para isso, observe o comportamento do seu filho e converse sobre as situações que o incomodem. Busque entender o que gera essa emoção e explique que é desnecessário se sentir com medo ou nervoso.

 

Evite brigar

O comportamento da criança pode irritar, mas brigar nunca é a melhor alternativa. Chamar a atenção pode sobretudo agravar o quadro de ansiedade e medo. O ideal é conversar de forma calma e oferecer outra atividade para concentração do seu filho.

Assim, fica claro que chupar o dedo é uma situação comum e normal, mas pode ser evitada de diferentes maneiras. Cabe a você conversar e desviar a atenção da criança para que ela perca esse comportamento.

 

Além disso, você pode seguir a Pedilar nas redes sociais: Facebook, Instagram, LinkedIn.

Compartilhe este post