Rua Varginha, 541, Colégio Batista, 31110-130, BH-MG(31) 3273-2020/

Blog

O Que Fazer Quando Minha Criança Está Com Febre?

Um dos momentos mais aterrorizantes para os pais é quando veem que a criança está com febre. Nesse momento, ela tende a ficar mais quietinha e prostrada, com um comportamento diferente. Como mudar esse cenário e fazer o seu filho voltar a ficar bem?

Há várias atitudes que podem ser tomadas. Primeiramente, é preciso saber que a febre é um sintoma, não uma doença. É por meio desse recurso que o organismo responde a alterações que podem ocorrer, como infecções, processos inflamatórios, desidratação, entre outros.

Porém, existem muitos outros detalhes que precisam ser conhecidos. Listamos os principais neste artigo. Confira!

O Que é a Febre?

Como explicamos, é um sintoma que indica o surgimento de algum problema, que pode ser inflamatório ou infeccioso.

Apesar da preocupação dos pais, é comum que a febre desapareça sozinha, sem medicação. Isso ocorre porque a doença foi combatida. No entanto, é importante consultar um médico para ver o que deve ser feito.

A princípio, a medicação deve ser ministrada a partir de 37,8ºC, porque essa é a temperatura que começa a causar um mal-estar em todo o organismo, com dores na cabeça e no corpo. A ideia é amenizar os efeitos.

Se mesmo depois da medicação a criança continuar prostrada, o ideal é ligar imediatamente para o pediatra. Assim, ele pode fazer uma consulta emergencial, caso considere necessário.

Existe Alguma Exceção?

Sim. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que se a criança tiver mais que 3 meses, menos de 38ºC de temperatura e comportamento normal, é melhor deixar a medicação de lado, pelo menos temporariamente.

Essa indicação é válida porque quando a criança brinca, dorme e come normalmente, ela ainda não está com sintomas significativos. Além disso, os pequenos costumam apresentar variação de temperatura.

Isso acontece, por exemplo, quando você coloca muitos casacos ou cobertas e há um superaquecimento devido ao termorregulador do cérebro, que ainda é imaturo ou pela perda de calor mais fácil. Por isso, vale a pena tirar um pouco as roupas para, então, medir a temperatura.

Se tiver alguma dúvida, aproveite e dê um banho morno ou coloque compressas com água em temperatura agradável na cabeça, axila e virilha da criança a cada 5 minutos.

Qual é o Melhor Método Quando a Criança Está Com Febre?

Além das sugestões repassadas, é importante consultar o pediatra, especialmente nos seguintes casos:

  • se o bebê tiver menos de 3 meses e está com mais de 37,8ºC;
  • se a criança tiver temperatura acima de 39ºC;
  • se forem apresentamos sintomas, como: falta de ar, letargia, vômitos, palidez, diarreia e manchas na pele.

Caso a febre seja leve, você já tomou todos os cuidados indicados e ela persistir por mais de 72 horas, investigue junto ao médico. Atente também ao período que leva para a medicação fazer efeito. Se você der remédio, espere entre 30 e 40 minutos. Não tendo baixado em 3 horas, ligue para o pediatra.

Além disso, se a temperatura subir antes do horário da próxima dose do antitérmico, fale com o profissional da saúde. É possível que seja preciso fazer diferentes composições ou usar compressas e banhos mornos.

Nunca dê banho ou faça compressas com água e álcool e opte por roupas de algodão. Por último, mantenha seu filho bem hidratado.

Como você pôde perceber, quando a criança está com febre é preciso cuidar e investigar, mas não é motivo para preocupação excessiva . O melhor é conversar com o médico e adotar as boas ações indicadas neste post. Assim, você terá certeza de que seu filho está com todos os cuidados necessários.

Agora que você já sabe mais sobre a febre, que tal compreender mais sobre outro problema que pode acometer a criança? Conheça mais sobre a bronquiolite, a doença do outono!

Além disso, você pode seguir a Pedilar nas redes sociais, Facebook, Instagram e LinkedIn.

Compartilhe este post