Rua Varginha, 541, Colégio Batista, 31110-130, BH-MG(31) 3273-2020/

Blog

Higiene do Sono – Como Instituir Uma Rotina Saudável Para as Crianças

Dormir bem é essencial em qualquer período da vida. Para as crianças, é ainda mais importante. Chegar a esse resultado depende de hábitos saudáveis e da organização do ambiente e da rotina, um procedimento conhecido como higiene do sono.

A prática é recomendada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e consiste em tornar a criança independente e segura para dormir e acordar sem dificuldades. A ideia também é evitar a sonolência durante o dia e impactos na atenção e na memória. Como chegar a esse patamar? A resposta está em seguir algumas determinações. Vamos ver quais são elas neste post. Acompanhe!

A Importância da Higiene do Sono

Esse conceito pode ser resumido como a capacidade de dormir bem. Isso significa reduzir os maus hábitos e aprimorar os fatores ambientais para evitar que algo prejudique o sono da criança.

Na prática, a ideia é compreender que um bom sono vai além de apenas deitar e fechar os olhos. Muitos fatores externos interferem nesse resultado, sendo que vários são treinados durante a vida e são inerentes a esse processo.

É assim que você consegue aliar quantidade e qualidade. Ou seja, a criança consegue dormir bem, sem sobressaltos e interrupções. Além disso, a duração do sono é condizente com a idade.

Por exemplo: um recém-nascido costuma dormir boa parte do dia. Já uma criança mais velha tende a ter um sono de menor duração, mas mais longo que o de um adulto.

5 Boas Práticas Para Uma Boa Higiene do Sono

O processo deve começar pelos pais, que devem garantir a tranquilidade para as crianças na hora do sono. Dessa forma, elas se sentem seguras, confortáveis e com bem-estar.

Para ter mais garantia do que está fazendo, você pode consultar o pediatra do seu filho. No entanto, a ideia é saber que tudo deve ser feito tranquilamente.

Se houver alguma imposição sobre o horário da criança dormir, por exemplo, podem ser fortalecidos comportamentos indevidos. Em outras palavras, ela pode ir à cama muito cedo e ainda ficar acordada algumas horas.

Para evitar essa situação, o ideal é seguir algumas recomendações básicas. Conheça as principais!

1. Estabeleça Horários Para os Cochilos Diurnos

As crianças podem precisar descansar durante o dia para se recompor e ter um crescimento saudável. Esse hábito é recomendável até por volta dos 3 anos, mas pode ir além. As justificativas são que o soninho fora do horário noturno revitaliza, aumenta a disposição e relaxa.

Você pode definir uma ou duas sonecas, dependendo da idade e da necessidade do pequeno. Defina horários bem claros para ter uma rotina.

Por exemplo, de manhã pode ficar entre 10h30min e 11h. Já à tarde, entre as 14h e as 14h30min. Lembre-se de que a partir dos 2 anos, o cochilo deve ser de até 1 hora e ocorrer uma vez por dia. Dessa forma, você evita que o sono do dia interfira no da noite.

2. Insira Atividades Físicas na Rotina

A realização de diferentes atividades físicas é essencial para um sono tranquilo. A criança fica cansada e dorme mais rapidamente.

O cuidado necessário é com os exercícios à noite, principalmente três horas antes de dormir. Nesses casos, pode haver uma influência negativa durante o sono.

Além disso, é preciso ter um equilíbrio. Se seu filho cansar demais, pode dificultar sua ida para cama. Portanto, veja qual é a melhor alternativa para ele.

3. Mantenha Horários Regulares Para Dormir

A rotina é uma grande aliada do sono tranquilo. É imprescindível que a criança durma em horários regulares todos os dias da semana, inclusive sábados e domingos. No caso dos adolescentes, pode haver um descanso de até duas horas a mais nos fins de semana.

4. Cuide da Alimentação

A alimentação deve ser bem regrada para evitar imprevistos. Evite oferecer comidas pesadas até duas horas antes de dormir. Além disso, também deve ser prevenida a ingestão de cafeína — presente no café, no refrigerante e em alguns chás — e qualquer medicamento que tenha estimulante.

5. Deixe o Ambiente Organizado

O quarto da criança deve ser livre de equipamentos eletrônicos, que prejudicam o sono por estimularem o cérebro. Entre eles estão computadores, televisores e qualquer outro aparelho que mantenha alguma luz acesa.

Já o travesseiro, a cama, o barulho e a temperatura do quarto devem ser adequados, porque isso facilita o processo. Lembre-se ainda de colocar a criança em sua cama para que entenda que é hora de dormir.

Evite que ela durma com a mamadeira ou vendo televisão, ou ainda em algum local que não seja sua cama. Esses hábitos são inadequados e podem prejudicar o sono futuro.

Todos esses hábitos ajudarão a estabelecer a higiene do sono. Ainda assim, se seu filho acordar durante a noite, acalme-o, fale com tranquilidade e use luz baixa até que ele volte a dormir.

Gostou de conhecer essas dicas? Você pode receber outras diretamente no seu e-mail, sabia? É só assinar a nossa newsletter!

Além disso, você pode ficar por dentro de tudo nas nossas redes sociais, acesse: Facebook, Instagram e LikedIn.

Compartilhe este post