Rua Varginha, 541, Colégio Batista, 31110-130, BH-MG(31) 3273-2020/

Blog

5 truques para fazer seu filho comer de tudo

Chega a refeição e o problema dos pais é saber como agir para fazer seu filho comer de tudo. Algumas crianças rejeitam tanto algumas comidas que o almoço e o jantar se transformam em verdadeiras guerras. Além do estresse, essa situação gera a preocupação constante com a saúde do pequeno, que pode ter deficiências de vitaminas e nutrientes.

É bem provável que você tenha se identificado com esse cenário, mas precisa saber que quando seu filho tiver fome, ele vai comer. O instinto de sobrevivência fala mais alto, pode ter certeza. Por isso, nunca é uma boa ideia forçar a alimentação.

Por outro lado, você pode (e deve!) incentivar a criança a comer nas horas corretas. É aí que entram os truques para fazê-lo comer de tudo, assunto deste post. Confira as dicas!

 

1. Deixe de se preocupar com a sujeira

Crianças fazem muita bagunça quando se alimentam e se preocupar com a sujeira é uma maneira de desmotivá-los. Esse processo faz parte do aprendizado e ajuda a estabelecer um contato prazeroso com a comida. O resultado? Seu filho tende a experimentar alimentos com mais facilidade.

Deixe ele comer com as mãos, sentir as texturas e os sabores. Aproveite esse momento para brincar e se conectar com ele. Com o tempo, acriança vai usar os talheres e se comportar à mesa.

 

2. Faça uma apresentação bonita do prato

Achou que a apresentação do prato é apenas um quesito para os jurados do Master Chef? Essa também é uma dica para fazer seu filho comer de tudo. A ideia é apostar no colorido e nas brincadeiras, como carinhas, sorrisos e o que mais sua criatividade mandar.

Por exemplo: um prato com brócolis pode se transformar em uma floresta, sendo que o vegetal é a árvore. Já o tomate pode ser cortado em forma de boca para se tornar um sorriso. Uma alternativa interessante é buscar formas ou cortadores com formatos de animais.

Ao adotar essa atitude, seu filho nem presta atenção ao que come, apenas ao desenho. Isso contribui para uma alimentação equilibrada, com vegetais, frutas e legumes.

 

3. Reúna toda a família durante a refeição

Seu hábito é o de fazer a criança comer antes dos adultos? Pois saiba que esse é um erro grave. O recomendado é que o seu filho faça a refeição junto ao restante da família, porque isso o ajuda a aprender o que é permitido e proibido durante esse período.

Ao mesmo tempo, essa é uma maneira de incentivar a alimentação saudável. Porém, atenção! Os adultos devem comer os mesmos pratos que a criança. De nada adianta servir legumes para ela enquanto você come pizza. Lembre-se de ser o exemplo.

 

4. Aposte em alimentos pequenos para fazer seu filho comer de tudo

Os alimentos menores fazem a criança se identificar e a estimula a comer. É como se aquela cenoura baby fosse feita especificamente para ela. Estão incluídos nessa categoria os ovos de codorna e qualquer outra comida que seja pequena. Aproveite para brincar e estimular a imaginação.

 

5. Cozinhe com o seu pequeno

Levar seu filho para a cozinha exige cuidado, mas é uma forma de se conectar a ele, brincar e estimulá-lo a comer. Comece com coisas simples, por exemplo, pedindo para ele colocar a farinha na batedeira, acrescentar algum ingrediente na massa, esmagar o tomate etc. Aos poucos, pode até comprar facas e talheres para crianças para fazê-lo colocar a mão na massa.

De quebra, envolva a criança na escolha do cardápio da semana. Ofereça a ela a escolha de um prato e faça o planejamento junto com seu filho. Essa é uma maneira de estimular a alimentação saudável enquanto oferece liberdade para comer o que quer.

Seguindo essas 5 dicas, vai ficar mais fácil saber como agir para fazer seu filho comer de tudo. Agora você já tem o direcionamento e sabe que caminho deve seguir. Então, que tal colocar as ideias em prática?

Como você já viu o que fazer para garantir uma alimentação equilibrada, aproveite para saber se seu filho está pronto para o desfralde!

Conheça as redes sociais da Pedilar e acompanhe todas as nossas informações: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Compartilhe este post